09 dez 2020
Como diferentes gerações de líderes podem contribuir para o sucesso da sua empresa?
Cansado de ler? Então ouça este artigo:

Sempre se falou sobre o “conflito de gerações” — pais que não conseguem falar a mesma língua que os filhos, diferentes visões entre avós e netos, entre outras discussões. No entanto, essa discussão não se restringe apenas ao cenário familiar. Dentro das empresas, saber fazer a gestão de gerações é o diferencial entre negócios bem-sucedidos e aqueles que não vão sobreviver às novas demandas do mercado.

 

A Marcopolo, referência mundial no encarroçamento de ônibus, entende bem deste assunto. Afinal, vivemos um momento em que a atual gestão da companhia se inspira muito nos ensinamentos do saudoso Sr. Paulo Bellini.

 

Por isso, criamos um artigo sobre como lidar com as diferentes gerações de líderes e tirar o melhor dessas interações em prol da empresa.

 

Boa leitura!

 

Quais gerações fazem parte do mercado de trabalho?

Antes, é necessário entender quais são as gerações que hoje estão dentro das empresas. Esse é um trabalho complicado, pois essa “demarcação” envolve fatores econômicos, culturais e sociais.

 

No entanto, podemos dividir as gerações de líderes atuais em:

 

  • Baby Boomers: Levam esse nome por causa da explosão demográfica após a Segunda Guerra Mundial. São pessoas nascidas entre 1945 e 1960, que passaram por uma grande transformação cultural graças a popularização da televisão. De modo geral, são colaboradores que prezam pela estabilidade e passam muitos anos na mesma empresa.

 

  • Geração X: Os nascidos entre 1961 e 1980 começaram a questionar o pensamento de “a empresa não é tudo”. As hierarquias ainda importam, mas são mais flexíveis — não esperam que o reconhecimento profissional venha de dentro de um escritório. São ativos, dinâmicos e pensam em empreender.
  • Geração Y: Também conhecidos como os Millennials, são as pessoas nascidas entre 1981 e 2000. Por terem acompanhado a revolução tecnológica, já entraram no mercado de trabalho familiarizados com essa realidade. Ao contrário das gerações anteriores, não apreciam hierarquias rígidas e acreditam que a organização precisa se adaptar ao indivíduo, e não o contrário.
  • Geração Z: Estão entrando agora no mercado de trabalho e já podem provocar conflito de gerações. Afinal, nasceram a partir de 2001, e não conhecem um mundo sem tecnologia — seja para trabalhar ou para viver.

 

Como diferentes gerações de líderes podem contribuir para o sucesso da sua empresa?

Neste cenário, promover a boa gestão de gerações é essencial para garantir um ambiente de trabalho harmonioso. Vimos no tópico anterior que são pessoas com visões diferentes sobre carreira, hierarquia e relação com a empresa.

 

Cabe ao gestor saber como lidar com esses pontos de vistas, e promover um bom relacionamento entre as lideranças. É preciso superar os estereótipos, quebrar a ideia do conflito de gerações inevitável e estimular a comunicação dentro da empresa.

 

O seu negócio só tem a ganhar com isso, pois as vantagens de ter lideranças de diferentes faixas etárias são:

Estímulo à criatividade organizacional

Uma empresa que busca estar sempre à frente do seu tempo precisa entender como lidar com esse conflito de gerações — e extrair o máximo dessa troca. A experiência dos colaboradores mais velhos e a disposição dos mais novos é uma combinação poderosa.

 

Isso promove os processos criativos dentro do ambiente corporativo. Esse estímulo também ajuda na resolução de conflitos, pois diferentes visões sobre o mesmo problema trazem soluções mais assertivas.

 

Contribuição para a inovação

Não tem como separar criatividade organizacional da inovação. A gestão de gerações, quando bem feita, precisa considerar a diversidade como combustível essencial para novas ideias.

 

Essa diferença não está apenas no “chão de fábrica”. Ter diferentes gerações de líderes significa ter pessoas diversas que, juntas, irão contribuir para uma cultura de inovação. Consequentemente, a organização ganha diferencial competitivo e se destaca dentro do mercado.

 

Aprendizado coletivo

Trabalhar em uma empresa já provoca aprendizados, graças ao convívio entre colaboradores. Ter líderes de diferentes faixas etárias acelera esse aprendizado, já que cada um traz visões e experiências diferentes.

 

Gestão de gerações em empresas familiares: um desafio a mais

Fazer a gestão de gerações pode ser mais difícil quando se trata de uma empresa familiar. Essa sempre foi uma preocupação da Marcopolo, que surgiu em 1949 como um negócio familiar e hoje ultrapassou fronteiras.

 

Encontrar um meio termo entre diferentes pontos de vista ganha um desafio extra quando os líderes compartilham o mesmo sobrenome. A pesquisa sobre Empresas Familiares realizada em 2012 pela PwC resumiu bem esse conflito de gerações: “algumas empresas familiares são capazes de resistir às tempestades de uma crise econômica, mas ruir diante do primeiro conflito entre membros da família.”

 

Afinal, quem dirige uma empresa familiar precisa fazer a gestão de gerações em dois níveis diferentes: dentro do negócio, e também como membro da família. Por isso, o mais recomendado é pensar a longo prazo: conversar agora com os familiares sobre o que será feito nos próximos anos. Isso evita conflito de gerações no dia a dia operacional e também na hora de “passar o bastão” para os próximos líderes.

 

Abrir esse canal de comunicação permite que a empresa avalie as lacunas de competências e habilidades a serem preenchidas. Se necessário, contrate uma consultoria ou converse com outros empreendimentos que passaram por esse mesmo desafio.

 

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a pensar em novas estratégias para a gestão de gerações. Lembre-se que diferentes pensamentos e opiniões não precisam ser algo negativo. Pelo contrário, o estímulo à criatividade e trabalho em equipe, seja entre líderes ou outros cargos, é essencial para o sucesso da empresa. Que tal ver um vídeo rápido sobre “Gerações Diferentes” do TEDx Talk? Clique aqui!

COMPARTILHAR

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Coordenação Geral

Departamento de Marketing

marketing@marcopolo.com.br

Produção e edição de textos

Sabrina Leme MTB-RS 15062

Projeto Gráfico

Vinicius Pauletti