16 jul 2020
Quais atributos serão essenciais para o sucesso dos executivos na próxima década?

Em um mercado cada vez mais competitivo, saber conduzir as equipes de forma eficiente é uma tarefa essencial para a sustentabilidade do negócio. Os gestores precisam ter um perfil adequado para essa função. As habilidades de liderança muitas vezes estão intrínsecas na personalidade da pessoa, mas também podem – e devem – ser desenvolvidas e aprimoradas ao longo do tempo.

Atualmente, o mercado de trabalho vem passando por uma transformação profunda gerada pelas novas tecnologias e inovações. Esse cenário desenha um universo de possibilidades para a próxima década. Nesse sentido, os negócios que desejam evoluir plenamente e oferecer os melhores produtos e serviços precisam buscar líderes de alto desempenho.

Diferenças de líder e chefe

Antes de detalhar quais são as habilidades esperadas para os executivos, vale destacar que existem diferenças claras entre ser um líder e ser um chefe. O chefe costuma ser alguém temido no ambiente de trabalho. Ele cobra resultados, estipula prazos e raramente escuta seus funcionários. O autoritarismo prevalece nesse perfil.

Por outro lado, o líder conduz a equipe para que os resultados projetados sejam alcançados. Sempre atento às relações humanas e à sinergia grupal, o líder enxerga a organização como um todo e é visto como um orientador pelo seu time. O gestor executivo, antes de mais nada, deve canalizar forças para ser um líder e não um chefe.

 

As habilidades mais valorizadas em um líder

Embora os gestores não precisem ser parecidos entre si, até porque atuam em diferentes segmentos, algumas competências são necessárias para qualquer cargo de liderança. Confira cinco habilidades necessárias:

* Boa capacidade de comunicação

Uma das principais características de qualquer líder é saber se comunicar com as pessoas. É preciso saber dialogar com todos os colaboradores de forma assertiva e eficiente.

Saber ouvir as reclamações, as angústias e os problemas é tarefa fundamental para conquistar a confiança das pessoas. Um bom líder também sabe deixar claro quais são as expectativas que a empresa tem com cada colaborador e conduz feedbacks da melhor forma possível. Dessa forma, os colaboradores sabem como podem melhorar, além de terem ciência que existe um canal de comunicação aberto.

* Sabe delegar

Como um bom líder sabe que a equipe é fundamental para o crescimento de um negócio, ele também organiza seu trabalho identificando os talentos de cada membro de seu time. Com isso, as tarefas podem ser delegadas sem nunca comprometer a qualidade do trabalho.

Ao distribuir corretamente as tarefas, o líder consegue focar sua atenção em ações estratégicas, o que potencializa o desenvolvimento do negócio. Quando o gestor assume uma postura controladora, normalmente falta tempo para ser investido em um planejamento assertivo.

* Tem equilíbrio emocional

Todo processo de liderança envolve muitas demandas e responsabilidades. Em função desses desafios, o gestor precisa saber lidar com diversas emoções que o trabalho pode gerar. É nesse sentido que entra a importância do equilíbrio emocional.

Vale ressaltar que essa habilidade não pode ser confundida com apatia ou frieza. O líder que tem equilíbrio emocional sabe manifestar emoções e sentimentos, mas também consegue gerenciá-los para o benefício de todos.

* É inspirador

Mais do que saber motivar, um bom líder serve de inspiração para a busca das metas e dos objetivos de todos. Por isso, um gestor assertivo sabe que só pode exigir aquilo que tem feito na prática.

Ao verem que tem um líder dedicado e que sabe dar exemplo, os colaboradores terão mais motivação e disposição nas suas atividades. O engajamento das equipes cresce e com isso sobe também a produtividade.

* Assume responsabilidade pelos fracassos

Ao mesmo tempo que sabe delegar e depositar confiança em suas equipes, um bom líder tem a consciência de que, se algo não sair bem, a primeira responsabilidade é dele mesmo. Alguns gestores têm a péssima prática de assumir o mérito pelos acertos, mas sempre terceirizar erros da sua equipe.

Colaboradores se sentem seguros e protegidos quando sabem que o seu líder está em sua defesa. Sempre que alguma falha acontece, um bom gestor não sai apontando o dedo para ninguém: ele assume que um erro existiu e busca soluções para resolver a situação juntamente com a sua equipe.

 

O futuro da liderança

Todas as competências listadas acima são essenciais para os líderes tanto atualmente, quanto no futuro. Em se tratando da próxima década, outros atributos também surgem como comportamentos necessários e já podem ser desenvolvidos a partir de agora. Veja os principais:

* Esteja preparado!

Como será a tecnologia em 2030? Para ser um bom líder na próxima década, é importante manter-se atualizado, pois as inovações não param de chegar. Um gestor exemplar sabe que não basta saber ensinar: é preciso também aprender constantemente. Os líderes do futuro precisam estar conscientes de suas limitações e abertos a mudanças e novas ideias.

* Resiliência é a palavra de ordem!

Um líder que lida bem com pressões e estresses é mais valorizado pelas organizações. Como o mercado apresenta mudanças com grande intensidade, resiliência é a palavra da vez para os gestores. Um líder resiliente sabe lidar com os desafios e com os fracassos da melhor maneira possível, sem se deixar abater.

* Seja colaborativo!

Um erro entre os alguns gestores é desenvolver algumas características de um grande líder, mas esquecer de se aprofundar nos conhecimentos técnicos de sua área de atuação. As equipes respeitam e confiam mais nas lideranças que conhecem todos os processos de trabalho. Para que isso ocorra, é importante que o líder seja colaborativo com suas equipes, contribuindo com as etapas de atuação de cada colaborador.

COMPARTILHAR

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

RECEBA NOSSAS

NOVIDADES

A Marcopolo segue as leis de LGPD. Veja nossa política

Coordenação Geral

Departamento de Marketing

marketing@marcopolo.com.br

Produção e edição de textos

Secco Consultoria de Comunicação

Sabrina Leme MTB-RS 15062

Projeto Gráfico

Vinicius Pauletti